COE Bradesco cobra esclarecimentos sobre denúncias de funcionários

15/07/2021

Os questionamentos eram sobre possíveis investigações de movimentações financeiras dos funcionários


A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu com a direção da instituição, na manhã desta quarta-feira (14), com o intuito de cobrar esclarecimentos sobre denúncias que os sindicatos dos bancários de todo o Brasil têm recebido sobre investigações devido a movimentações financeiras dos funcionários.


O Bradesco explicou que são duas situações diferentes. As normas do banco proíbem que o funcionário pague um boleto próprio, com a conta de um terceiro, mesmo que seja parente, sem o documento de autorização assinado pelo terceiro para o funcionário movimentar sua conta.

A segunda situação é sobre o pedido de esclarecimentos quando um boleto no nome do funcionário é pago por um terceiro. Neste caso, o banco admitiu que a comunicação dos gestores na hora de pedir o esclarecimento pode estar sendo feita de forma equivocada. Por isso, o Bradesco assumiu o compromisso de reorientar os gestores na explicação.

Na reunião, também foi abordado o código de ética para os funcionários operarem na bolsa. O banco reforçou que o Day Trade é proibido e pode ser punido com demissão.
Voltar
Imprimir